Saint Seiya World


A Nova Era das Trevas
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Santuário de Atena -- O fugitivo

Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2
AutorMensagem
Siipi
Cavaleiro de Bronze
Cavaleiro de Bronze
avatar

Alcunha : Os Filhos das Estrelas

Número de Mensagens : 2490
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 9 / 10 / 7
Resistência : 8 / 7 / 5
Agilidade : 5 / 8 / 9
Energia : 7 / 10 / 7
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 30/03/2009

Cavaleiro
Vida:
210/210  (210/210)
Cosmo:
200/200  (200/200)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Dom 10 Jan 2010 - 23:23

Alli:

Ameaça, terror e poder - não era necessário ser uma expert para entender aquilo nas vozes desesperadas das aves em fuga. Assim que percebe o perigo, Alli deixa para trás o trabalho, enverga a armadura e corre para fora.

"Siivit Valon!"

As asas luminosas se formam num piscar de olhos, como o desabrochar de incontáveis e minúsculas flores douradas; e ela alça vôo veloz em direção a Rodorio. Mas uma rajada de vento frio, quase antinatural, chama sua atenção - tão incomum para a época e lugar, e ainda por cima carregando com ele aquela sensação ao mesmo tempo estranha e familiar. Mas em terras do Santuário?

Ela pousa a alguns metros de Rögnvaldr, anunciando silenciosa e educadamente sua presença com um breve cintilar de cosmo. Não faria o mínimo sentido tentar pegar um deus de surpresa, não? "Hangatyr. O que o traz ao Santuário, tão longe de seu reino, sem anunciar devidamente uma visita de tamanha importância?..." pergunta, polida.

-----

Aulis:

"Ah... eu... certo, certo!" Aulis se concentra agora no homem, muito embora sua vontade seja de seguir com os dourados. "Com licença, senhor, vou precisar que fique um pouco parado, assim..."

Curar os ferimentos. Estancar os sangramentos, Recuperar os tecidos. Diminuir a dor. Aulis acelera o processo curativo o máximo que consegue sem ferir o paciente ainda mais; mesmo nervoso e ansioso, não iria deixar suas emoções interferirem na eficiência de seu trabalho.

"Está se sentindo melhor agora? Consegue ficar de pé?"

-----

Vieno:

Não fosse uma situação extrema, ele estaria muito, muito irritado por ter sujado as roupas novas. Tomava tanto cuidado para não manchá-las de terra ou sangue quando treinava, pensa, batendo o pó do tecido depois de resgatar a última criança; e agora aquele monte de marcas de carvão e fogo não iam...

... fuck.

Realmente não seria bom ficar entre aquilo e cavaleiros dourados, nem nas redondezas se fosse haver luta. Ele gesticula para os outros cavaleiros e sinaliza sua sugestão, de evacuar a população da área e deixar o lugar livre para confrontos. E ao mesmo tempo raciocina furiosamente, revolvendo a memória: tantos nomes, tantas faces, tantos mitos. O que diabos era aquilo, o que fazia ali, o que queria com isso? Monstros gigantescos tresloucados não aparecem simplesmente do nada para destruir fortalezas sagradas, a não ser naquelas séris japonesas de roteiro nível B. Algo não se encaixava na história - tinha de haver alguma razão para aquilo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 34
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Dom 10 Jan 2010 - 23:57

Por um instante, Rögnvaldr fitou Ágatha, ponderando como ela se comportará ante a situação. E deixa claro, através de seu olhar, que - ao menos naquele instante - está ali apenas como um observador. Está ali para entender porque Thrivaldi está ali, e tomar providências assim que descobrir a razão. Pretendia ali, como um observador neutro, até que a situação manifeste claramente as razões do gigante. A 'ajuda', no caso, não consiste em proteger o santuário da destruição - pois um santuário pode ser reconstruído - mas descobrir e interpretar todos os sinais e circunstâncias em torno do ressurgimento dos gigantes.

Todavia, algo inesperado aconteceu.

Mesmo a deusa da guerra conteve-se em se aproximar de Rögnvaldr. Isso permitiria a ele manter uma postura neutra e livre, para observar e interpretar tudo o que surge. Poderia até, dependendo da situação, expandir os seus sentidos e procurar por mais sinais. Todavia, a proximidade de Alli alterou seus planos. Rögnvaldr não estava preocupado com a ocasião de Thrivaldi notar a sua presença ali, dada sua condição divina. Todavia, a proximidade de uma humana obriga o deus a assumir postura protetora, pois, se os deuses são permanentes, os humanos, apesar de tenazes, são frágeis. E, a longo prazo, a morte de uma mulher grega na proximidade de um deus nórdico poderia alimentar ódios futuros. Apenas por um instante - pois está a observar Thrivaldi - Rögnvaldr vira-se para Alli, dizendo: "Não fui o único que fez esta viagem. Ele também fez. E eu preciso entender por quê", disse a ela, referindo-se ao gigante. E completou fazendo dois pedidos:

"Agora aproxime-se e diga-me o seu nome". Queria saber o nome da humana que o colocou em uma posição indesejada, e queria que ela ficasse ainda mais próxima, para protegê-la.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Siipi
Cavaleiro de Bronze
Cavaleiro de Bronze
avatar

Alcunha : Os Filhos das Estrelas

Número de Mensagens : 2490
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 9 / 10 / 7
Resistência : 8 / 7 / 5
Agilidade : 5 / 8 / 9
Energia : 7 / 10 / 7
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 30/03/2009

Cavaleiro
Vida:
210/210  (210/210)
Cosmo:
200/200  (200/200)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Seg 11 Jan 2010 - 0:41

"Alli Ilmavalta é meu nome." responde, rosto ainda voltado para o chão em sinal de respeito, obedientemente se aproximando alguns passos. E não era como se olhar para cima, para o monstro, fosse fazer alguma diferença - só iria mesmo notar a massa estupidamente absurda de cosmo e poder, de qualquer maneira. Talvez fosse melhor, já que o aspecto da criatura não era exatamente belo mesmo. "Ouso assumir então, de suas palavras, que conhece esta criatura, Lorde, ou mesmo que venha também do Norte?"

Engraçado notar que um monstro invasor qualquer não demoraria a investir contra os cavaleiros ou moradores. Mas, pelo cosmo e sons ambientes, ainda não houvera confronto direto. Os Santos teriam uma atitude prudente, ainda mais se não conheciam seu inimigo ou a extensão de seu poder, mas por que o agressor não tomara ainda atitude? Estaria planejando algo? Estaria preparando uma armadilha?...

Dentro de si, ela sente uma vaga inquietação, embora sua atitude externa seja serena; nomes e versos em línguas antigas passam por sua mente, fugazes, fugidios como névoa e vapor que escapam entre as mãos. A voz recitando, contudo, não era dela. De outro lado, pesava uma grande preocupação irracional por Atena, embora ela soubesse que, estando os Santos dourados vivos e em pé, a deusa estaria bem. Um obcecado, o outro agoniado. Irmãos!...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 34
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Seg 11 Jan 2010 - 3:21

"Ouso assumir então, de suas palavras, que conhece esta criatura, Lorde, ou mesmo que venha também do Norte?"

A resposta para a pergunta é curiosa: sim e não. Certamente Odin sabe quem e o que é a criatura. Todavia, é a primeira vez que Rögnvaldr vê-se diante de tal criatura. Ele prefere não expor Alli à sua condição confusa e paradoxal, de conhecer e não conhecer a criatura, pois nada deve deixar um humano mais confuso que um deus confuso. Ao contrário, Rögnvaldr prefere clarear a situação. Como a maioria de seus guerreiros ainda dormiam, certamente teria de contar com outros guerreiros. Deste modo, convém a ele contar uma breve história para Alli; uma breve história da criação. Enquanto acolhe a proximidade de Alli, Rögnvaldr murmura a ela palavras:

"Nada no mundo é criado sem um sacrifício. E o primeiro a compreender esta verdade foi um jotünn. Seu nome é Ymir, e ele ofereceu sua própria vida aos deuses para que o mundo fosse gerado. Sua carne transformou-se em terra; seus sangue e lágrimas formaram os lagos, oceanos e rios; seus ossos, montanhas; seu medo, o ódio e a fúria. Tudo que é forjado ou destruído no mundo é feito desde Ymir, nada se perde, nada se ganha", diz com voz serena e distante, como se rememorasse o instante exato da criação. Em seu pequeno discurso, mencionava 'os deuses', evitando colocar-se diretamente na história - talvez quisesse aparecer pouco.

"Mas nem todos compreenderam o sacrifício de Ymir, o primeiro e maior dos gigantes. Alguns passaram a nutrir ódio pelos deuses. Muitos declararam-se inimigos dos deuses - e por isso foram vencidos e presos nos confins da terra. Alguma coisa os libertou. Este que estamos vendo, como Ymir, é um gigante. Seu nome é Thrivaldi. Vocês gregos possuem um outro nome para ele: trimegistós, o triplamente poderoso", disse, revelando algum conhecimento do grego clássico.Finalmente, ele diz à grega: "Agora permaneçamos aqui e deixe-mos os outros guerreiros cuidarem do assunto. Não é sábio que um convidado faça qualquer coisa sem a autorização da líder do local", disse, evocando mais uma razão para querer manter neutralidade.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Asashi de Pegasus
Cavaleiro de Bronze
Cavaleiro de Bronze
avatar

Número de Mensagens : 1749
Idade : 23
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 4 +3/ 6 +5
Resistência : 5 +3/ 4 +5
Agilidade : 5 +3/ 6 +5
Energia : 4 +3/ 5 +5
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 09/05/2008

Cavaleiro
Vida:
570/570  (570/570)
Cosmo:
400/400  (400/400)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Ter 12 Jan 2010 - 15:15

Haviámos acababo de tirar a última criança da casa quando aquele ser mostruoso surgiu nas nuvens. Seu rugido derrubou de vez a casa. Percebi que mais dois ou três tremores eram suficiente para derrubar todas as casas de Rodorio. Isso resultaria certamante na morte de todos os moradores.

Tinhámos que evacuar a vila. Vieno já o estava fazendo. Falei para a mulher que eu havia empurrado:

- Tem que sair daqui se não quiserem morrer!

Houve então um novo tremor com um soco da criatura. Novamente as ruas se encheram de uma multidão desesperada procurando escapar da morte certa. A essa altura todos estavam fora de suas casas, mas ainda não estavam protegidas da queda de constuções e colunas.

Comecei a encaminhar todos os civis que encontrava para a saída mais próxima do santuário. Tinha também que acalmá-los, mas eu mesmo não estava calmo. Não podia deixar de pensar na minha família, mas também não podia deixar ninguém pra trás. Era meu dever.

// Monstro desgraçado! Porque ninguém o ataca?// Pensei enquanto corria
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://saintseiyaworld.rpgwars.org
Athena
Level 6
Level 6
avatar

Alcunha : A de olhos glaucos

Número de Mensagens : 1087
Idade : 29
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 11/12/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Qua 13 Jan 2010 - 1:11

Heitor chegou à primeira casa zodiacal bastante ofegante. O tempo prejudicou sua resistência... Percebeu muitos cavaleiros, já prontos para o ataque, a maioria santos de ouro. “Acho que não serei necessário aqui...”, pensou, seguindo pelo caminho que levava à vila. “Ágatha está em boas mãos.”

Entretanto, algo o deixou intrigado: ver a figura de Odin naquele contexto, especialmente ao lado de Alli... “A moça deve ter ido interrogá-lo do porquê de estar aqui, o que é uma dúvida pertinente, de fato... Pergunto-me se Athena sabe o motivo da visita...”. Não pôde deixar de notar também Aulis a cuidar de um homem que lhe era estranho, mas como o pobre estava ferido, imaginou que não representaria perigo.

Continuou seguindo, agora correndo. Já havia recobrado o fôlego mesmo... Não demorou muito para que chegasse a Rodorio. Muitas pessoas corriam apavoradas pelas ruas, gritando que alguém os ajudasse. Só de pensar quantos deles haviam perdido tudo com aquela "delicada abordagem" da criatura o fazia arrepiar-se por inteiro.
“Quem quer que tenha planejado isso, não está de brincadeira”.

Heitor caminhou entre as pessoas, percebendo que a maioria delas seguia um único caminho, como se estivessem sendo orientadas por alguém.
“Já deve haver algum santo por aqui tentando evacuar o local” . Logo encontrou Asashi, que parecia bastante nervoso.

- Vim o mais rápido que pude. Parece que você fez um bom trabalho tirando-os das casas, mas agora precisamos garantir que eles sairão daqui em segurança. Sabe-se lá o que essa coisa é capaz de fazer... - terminou, reticente.

------------------

- Acho que sei o que ele quer.

Estava pronta para tomar uma atitude mais, digamos, enérgica, quando percebi Alli aproximando-se de Rögnvaldr. Entendia que a amazona quisesse saber o motivo de Odin estar ali, mas a verdade é que ele mesmo não sabia respondê-lo. “Se mantém calado porque não faz idéia do que isto faz aqui”, pensei comigo.

Ouvi, então, a conversa entre a amazona e o deus. Pareceu-me um sussurro, já que estava um tanto longe deles, mas ainda assim ouvi claramente Odin dizer:


"Não é sábio que um convidado faça qualquer coisa sem a autorização da líder do local"

- Também não me parece sábio chegar sorrateiramente a um local sagrado, lotado de guerreiros que morreriam por sua deusa, especialmente quando para eles você representa um inimigo. E veja onde você está. - disse, lançando um olhar por cima dos ombros para Odin e sua companhia. Detive-me a fitá-lo, como quem dá um aviso. Não me orgulho de tê-lo feito, nem de ter dito o que disse, porque foi mal-educado, admito. Mas entendia ser pior ainda permitir que fizessem o que bem entendessem em meu território e, principalmente, com meus guerreiros.

Novamente me voltei para Tristan e disse-lhe:


- Você não conseguirá sequer arranhá-lo com as setas do seu arco, por mais poderoso que seja. Precisará de ajuda.

Prontifiquei-me a ajudá-lo, então. Meus braços, coloquei-os na mesma posição em que se encontravam os do santo de Sagitário, como se segurasse um arco invisível.

Spoiler:
 

Concentrando meu poder naquela seta, pretendia potencializar o ataque de Tristan, caso a criatura não nos respondesse a pergunta que fiz a seguir. Não a mataria, mas nos daria algum tempo.

- Não sabemos ao certo o que isto quer. Aguarde o meu sinal. - sussurrei, muito baixo, para que somente o sagitariano ouvisse. Depois, com certo medo da reação do gigante, perguntei-lhe:

- Porque está aqui?

-----------------------

[OFF: Narrador, não sei se a tal criatura "fala", então, se ela não tiver a capacidade de fazer isso avise que eu edito o post. Obrigada!]

Imagem utilizada - Sisyphus_and_Sasha_by_anheitianm (Deviantart)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Zothar de Virgem
Cavaleiro de Ouro
Cavaleiro de Ouro
avatar

Alcunha : ''O mais proximo de Deus''

Número de Mensagens : 4129
Idade : 24
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 12 +8
Resistência : 10 +8
Agilidade : 7 +8
Energia : 10 +8
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Armadura :
Data de inscrição : 26/04/2008

Cavaleiro
Vida:
420/420  (420/420)
Cosmo:
400/400  (400/400)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Qui 14 Jan 2010 - 13:59

*Com o passar do tempo Zothar finalmente chega à casa de Áries, ficou surpreso porque naquele local não só tinha os cavaleiros, lá também estava a sua deusa Athena, e uma totalmente inesperada que era Odin, o deus que representa as terras de Midgard, também se encontrava outros cavaleiros no local, parecia que todos só tinham um objetivo que era a exterminação da besta.*

//Apesar de termos tantos cavaleiros e dois deuses, não sei ao certo se teremos poder suficiente para acabar com esta criatura, ela parece ser bastante poderosa, precisamos de mais cavaleiros, acho que vamos precisar de todos os santos que terminaram seu treinamento no santuário para combater esta criatura.//
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Ash de Escorpião
Cavaleiro de Ouro
Cavaleiro de Ouro
avatar

Número de Mensagens : 58
Idade : 29
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 10 +8
Resistência : 9 +8
Agilidade : 10 +8
Energia : 9 +8
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Armadura :
Data de inscrição : 28/04/2009

Cavaleiro
Vida:
420/420  (420/420)
Cosmo:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Qui 14 Jan 2010 - 21:27

No caminho até a casa de Áries, senti novamente um tremor que parecia abalar todo o santuário por isso aumentei a velocidade de meus passos pois precisava chegar até onde se encontravam os outros cavaleiros e então ajudá-los a derrotar essa criatura que agora habitava os céus do santuário da deusa Atena. Quando cheguei a primeira casa, percebi que já se encontravam lá alguns guerreiros e também Atena que estava ao lado do dourado de sagitário e este tinha sua flecha apontada em direção ao monstro. Me direcionei a posição contrário a deles para atacar o monstro por outra frente, porém sabia que sozinho jamais conseguiria êxito em minha missão, por isso resolvi apenas tentar conter seu avanço e seus movimentos para que ele não pudesse causar maiores danos nem ferir pessoas inocentes, enquanto os outros santos não chegavam para jutnos atacá-lo.

- Restrição.

Como a distância entre eu e o monstro era muito grande precisei concentrar bastante cosmo para que meu ataque chegasse até ele e assim o imobilizasse. " Droga, os outros precisam chegar logo, não sei por quanto tempo conseguirei manter essa criatura imóvel"

Restrição: Golpe em que o Cavaleiro de Escorpião se concentra, liberando ondas de energia que, como o veneno do escorpião, atingem o sistema nervoso central do inimigo, anestesiando-o temporariamente, paralisando assim todas as suas funções.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hezequiel de Áries
Cavaleiro de Ouro Administrador
Cavaleiro de Ouro Administrador
avatar

Número de Mensagens : 2146
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 9 +8
Resistência : 10 +8
Agilidade : 12 +8
Energia : 10 +8
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Armadura :
Data de inscrição : 19/04/2009

Cavaleiro
Vida:
360/350  (360/350)
Cosmo:
600/600  (600/600)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Ter 19 Jan 2010 - 18:57

(desculpem o post resumido e mal feito, mas no momento minha mente não me proporciona algo melhor - e ignorem meus erros xD)

Hezequiel proximo, observa o tamanho colossal de uma distância segura. Está lá quando o chão treme com seus gritos, e sua reação.

Logo sente, e vê os demais santos, de ouro e outros. Alguns se preparam e atacam, ainda assim ele só observa.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Asashi de Pegasus
Cavaleiro de Bronze
Cavaleiro de Bronze
avatar

Número de Mensagens : 1749
Idade : 23
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 4 +3/ 6 +5
Resistência : 5 +3/ 4 +5
Agilidade : 5 +3/ 6 +5
Energia : 4 +3/ 5 +5
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 09/05/2008

Cavaleiro
Vida:
570/570  (570/570)
Cosmo:
400/400  (400/400)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Sex 22 Jan 2010 - 10:09

Heitor se aproximou se ofereceu para ajudar.

- Obrigado. Acho que a saída mais segura é aquela. - disse apontando para um lado distante da criatura colossal - Veja, Vieno já está levando algumas pessoas pra lá.

Estava realmente agradecido pela chegada de Heitor. Agora que eu não precisava me preocupar com todos pude me acalmar e ir até a minha casa. Algumas partes estavam danificadas e algumas paredes estavam no chão, mas depois de uma rápida exploração vi que não haviam corpos nem sinal de ferimantos.

Então minha família provavelmente já havia escapado e devia estar num lugar mais seguro. Minha filha estivera treinando e provavelmente protegeria a mãe e o avô.

Sorri aliviado e continuei meu trabalho. Agora podia me dedicar completamente em salvar os moradores.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://saintseiyaworld.rpgwars.org
Daros de Gêmeos
Cavaleiro de Ouro
Cavaleiro de Ouro
avatar

Alcunha : "O mais brilhante de todos os dourados"

Número de Mensagens : 4969
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 6 +8
Resistência : 6 +8
Agilidade : 7 +8
Energia : 7 +8
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Armadura :
Data de inscrição : 14/07/2009

Cavaleiro
Vida:
600/600  (600/600)
Cosmo:
500/500  (500/500)

MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   Dom 24 Jan 2010 - 19:07

Daros descansara em sua morada. De repente um tremor o acordara; estava começando a acostumar-se com o santuário, suas regras e seus habitantes, mas ainda ficara bastante impaciente às vezes. Então não conseguiu voltar a dormir, nem tentou, pois sabia que não conseguiria. Caminhou até o inicio de sua morada e olhou para o céu azulado.

- Estranho. - disse o dourado, olhando para as primeiras casas do santuário.

Então sentiu um cosmo se alterando, aumentando de maneira significativa. - "Hezequiel," - deduziu ele. Embora o cosmo estivesse um pouco diferente do que costumara sentir, era ele. Ficou esperando até outro sinal, mais cosmos, outros dourados.

- Problemas. - sussurrou Daros, descendo correndo a escadaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Santuário de Atena -- O fugitivo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Santuário de Atena -- O fugitivo
Voltar ao Topo 
Página 2 de 2Ir à página : Anterior  1, 2
 Tópicos similares
-
» Chalé de Atena
» Poderes e Habilidades dos Filhos de Atena
» Poderes e Habilidades dos filhos de Atena
» Inscrições pra minha fan fic
» O Meio-Sangue Filho de dois deuses

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya World :: Área Livre :: Os Exilados-
Ir para: