Saint Seiya World


A Nova Era das Trevas
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 14 a.C.

Ir em baixo 
AutorMensagem
Narrador
Level 4
Level 4
avatar

Número de Mensagens : 412
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : ???
Resistência : ???
Agilidade : ???
Energia : ???
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: 14 a.C.   Dom 11 Out 2009 - 22:15

Ágatha:

Uma tenda? Sim, uma tenda, antiga, mas grande, parecia ser de alguém bem importante. O campo cheio de pedras, o vento era forte e impiedoso, ainda mais no alto daquele rochedo, o lugar era estranhamente familiar para Ágatha.

"E então, chegaram?"

"Infelizmente não, minha Deusa... Os lemurianos estão tendo muito trabalho com 12 delas, em particular."

“Precisamos delas! A qualquer momento podemos ser atacados.” suspiro.

As vozes eram apreensivas, como se algum grande desastre estivesse para acontecer e que já não pudesse mais ser evitado.


Última edição por Narrador em Seg 26 Out 2009 - 23:32, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Seg 12 Out 2009 - 0:24

Fiquei a olhar, estarrecida, para a visão que me aparecia diante dos olhos. Eu conhecia aquele lugar, mas não sabia como nem porque. A tenda, o rochedo... teria Athena estado ali em outra encarnação?

Não podia enxergar o que se passava dentro da tenda, embora me fosse possível ver vagas silhuetas das pessoas que se abrigavam dentro dela. Vozes vieram lá de dentro, nervosas, preocupadas... Falavam sobre lemurianos que estavam tendo trabalho com 12...


// Minha Deusa? Lemurianos? Será que...? //

A voz da mulher dizia que a qualquer momento poderiam ser atacados.

Seria ela Athena? Estaria ela esperando as armaduras de ouro sagradas? Que ataque era aquele do qual ela tinha tanto temor?

Por um instante, o vento frio que atacava o rochedo gelou-me... Debrucei-me sobre o parapeito - como se isso me deixasse mais próxima da tenda -, a fim de descobrir mais informações sobre o que se passava diante de minhas vistas. Se aquela era mesmo a visão de uma encarnação de Athena, deveria me dizer algo sobre o futuro ou sobre o passado; portanto, precisava estar perto o suficiente para tudo ver e ouvir.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Level 4
Level 4
avatar

Número de Mensagens : 412
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : ???
Resistência : ???
Agilidade : ???
Energia : ???
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Seg 26 Out 2009 - 23:28

Ágatha:

"Os marinas podem nos atacar a qualquer momento, minha Deusa! Precisamos..."

"Tende fé! Eu acredito no trabalho dos ferreiros de Lemúria; sei que eles o terminarão em tempo justo." replica a voz altiva, imponente. Digna de uma deusa. Lá embaixo Ágatha a vê, os longos cabelos negros presos numa trança, a túnica branca a voar ao vento forte; em sua mão, o báculo dourado.

"Seremos massacrados novamente, Senhora! Devemos recuar!"

"As vidas de muitos estão em nossas mãos, Páris! Não podemos perder esta posição. Não iremos perder esta posição." ela responde ao rapaz, trêmulo em seus treze ou catorze anos, a voz ao mesmo tempo firme e gentil. "Vós sois meus escolhidos e protegidos, e lutais sob o signo da Vitória. Não haveremos de perder jamais, se a verdadeira fé estiver em vossos corações."
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Sab 31 Out 2009 - 14:32

Levei a mão à boca, num susto. Aquela era Athena.

Assustou-me ver a gritante diferença entre nós. Não só fisicamente, mas os trejeitos da deusa também eram outros... Apesar dos momentos de tensão, permanecia calma, confiante. Sua voz, que tanto poderia confortar quanto repreender, era firme, decidida. Eu, por minha vez...

Ela esperava, paciente, algo dos ferreiros Lemurianos; mas não, não eram armaduras.


"... sei que eles o terminarão em tempo justo."

O que queria dizer aquilo? Estaria ela aguardando por algum artefato para derrotar Poseidon? Ah sim, o rapaz com ela, Páris, falava em ataques de marinas... Dizia, ainda, o jovem, que seriam novamente massacrados. Parecia que muitas vidas já tinham sido perdidas naquele confronto...

Quis subir no rochedo e aproximar-me da tenda, mas meus pés não se mexeram. Permaneci imóvel, então, esperando o desenrolar dos acontecimentos. Demoraria a chegar o que a deusa aguardava? E se não chegasse, o que faria?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Level 4
Level 4
avatar

Número de Mensagens : 412
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : ???
Resistência : ???
Agilidade : ???
Energia : ???
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Qua 4 Nov 2009 - 18:47

Ágatha:

"Ei! Quem...?"

Uma voz assoma atrás de Ágatha; um menino, os punhos fortemente enfaixados, cabelos castanhos revoltos e curtos, as roupas manchadas, arma-se em posição de defesa. Não deve ter mais de quinze anos. "Quem és? O que fazes aqui?" pergunta ele, obviamente tentando soar agressivo e firme; mas a voz meio trêmula e o olhar sincero, inocente, denunciam seu nervosismo.


Última edição por Narrador em Ter 17 Nov 2009 - 0:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Qui 5 Nov 2009 - 13:55

A sensação de ser observada arrepiou-me. Agora, aquilo tudo já não era apenas uma visão, porque... eu fazia parte do ambiente que via há pouco.

Virei o rosto, temerosa, e meus olhos fitaram um rapaz bastante novo, punhos cerrados, tentando parecer ameaçador. Roupas manchadas, cabelos desgrenhados... Aprontava-se para atacar-me, caso fosse preciso. Visivelmente, procurava proteger aquele lugar; talvez essa fosse sua tarefa.


"Quem és? O que fazes aqui?"

O rapaz dirigiu-se a mim, nervoso. Virei-me para ele e fiquei uns segundos pensando no que diria. Como responderia aquilo, se nem mesma eu sabia porque estava ali?

- Me chamo Ágatha Ghregórios. Não se preocupe, não venho para fazer mal. - falei, tentando acalmar o jovem. - Eu estava apenas... olhando.

Disse, francamente. Preferi guardar para mim a história daquela visão, pelo menos por enquanto. Mesmo porque sabia que, se eu dissesse, ele não entenderia...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Level 4
Level 4
avatar

Número de Mensagens : 412
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : ???
Resistência : ???
Agilidade : ???
Energia : ???
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Ter 17 Nov 2009 - 0:36

Ágatha:

"Uma espiã!...Estás a serviço de Poseidon? Ou de outro deus?" precipita-se o menino, ainda muito nervoso. Mas não tem coragem de atacar Ágatha, visto que é uma mulher desarmada, nem de se aproximar mais. "Considera-te sob custódia de Atena, ó estranha! Reage e conhecerás a fúria dos santos!" diz, estufando o peito de orgulho - e para parecer mais ameaçador também.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Qui 19 Nov 2009 - 22:19

- Espiã? Ah, não... mas se eu lhe dissesse que nem eu mesma sei o motivo de estar aqui você provavelmente não acreditaria...

Comecei, tentando conter o riso. Não queria parecer debochada, mas o rapazinho, fazendo-se de valente, encantava-me; era engraçado vê-lo tentar defender os domínios de sua deusa.

- Poseidon? Certamente não, não sou serva dele. Se dedico minha atenção e meu amor a alguma divindade, certamente esta é Athena.

Falei, com voz firme; pretendia, com isso, mostrar a veracidade de minhas palavras. E desta vez não tive vontade de dar-me às gargalhadas, porque algo me inquietou. Qual era o motivo real de toda aquela situação? Seria um teste para saber se eu, Ágatha, acredito no real poder da deusa e na sua causa - como os seus fiéis e seus guerreiros - ou se eu apenas acredito n'Ela porque a represento?

- Não ouso, portanto, reagir; aceito estar sob custódia da deusa e dos guerreiros que estão a seu lado. Como disse antes, não pretendo fazer mal algum; logo, não tenho motivos para temer. - terminei, mantendo o rosto sereno, como de costume, a despeito dos pensamentos que me passavam pela cabeça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Narrador
Level 4
Level 4
avatar

Número de Mensagens : 412
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : ???
Resistência : ???
Agilidade : ???
Energia : ???
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 16/07/2008

MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Dom 13 Dez 2009 - 14:24

[continua, Nick? ;D]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Athena
Level 6
Level 6
avatar

Alcunha : A de olhos glaucos

Número de Mensagens : 1087
Idade : 29
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 11/12/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   Seg 14 Dez 2009 - 16:21

Claro, sempre!
Pode tocar a história Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: 14 a.C.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
14 a.C.
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya World :: Área Livre :: O Livro de Mneme-
Ir para: