Saint Seiya World


A Nova Era das Trevas
 
InícioPortalFAQBuscarMembrosRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Teste - Hugin

Ir em baixo 
AutorMensagem
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Teste - Hugin   Ter 11 Ago 2009 - 11:59

Nome do candidato: Rögnvaldr
Ordem: Asgard
Player:Bruno
Teste Iniciado em: 11/08/09


Pedimos para que somente os usuários: Administrador Geral e Rögnvaldr postem neste tópico.

O usuário terá um prazo de 48 horas (dois dias) para responder cada etapa do teste ( finais de semana e feriados não contam), após terminar os moderadores irão analisar e postar sua pontuação. Pedimos que tome cuidado com abreviações e gramática (ver regras sobre testes).

Equipe Saint Seiya World deseja boa sorte.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Asgard. O reino dos Deuses. Uma terra gelada que nem mesmo o sol é capaz de derreter, um lugar onde somente os mais fortes sobrevivem.
Após um dia cheio de tarefas a noite cai pesada em Asgard. Uma nevasca poderosa impossibilitava qualquer um de se aventurar do lado de fora das aconchegantes casas e as lareiras trepidavam com o pinho recém cortado. Você está sozinho em uma cabana protegido da nevasca lá fora, o vento uiva com violência pela janela do pequeno cômodo e um cozido na lareira exalava um odor magnífico de carne assada e legumes.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Ter 11 Ago 2009 - 14:06

Asgard¹.

Terra dos deuses.

Terra dos sobreviventes e dos caçadores.

Nela, o silêncio diz muito, e o grito significa a morte. Para se sobreviver em Asgard, é necessário mais do que armas, resistência ou agilidade. É preciso fé, sabedoria, disciplina e paciência. Asgard é a terra dos filhos dos deuses, daqueles que alimentam suas fogueiras com sonhos e sacrifícios...

As grandes cidades, com a energia elétrica, alimentam a ilusão de um dia eterno que exclua a noite, de um calor que elimine o frio por toda a eternidade. Em Asgard, a noite e o frio são uma realidade respeitada, pois são tidas como crias dos deuses. Deste modo, se a noite ou a nevasca dizem que é necessário permanecer em casa, assim o farão aqueles que tem juízo. Os lobos, que pela manhã aparecem na proximidade de minha cabana para aquecer-se com os primeiros raios de sol, já estavam protegidos em alguma caverna próxima. Da mesma forma, eu estava protegido em minha cabana, obediente à noite e à nevasca, que diziam que não era a hora de estar do lado de fora.

Mas nem todos aceitam obedecer à natureza ou aos deuses o tempo inteiro. Hoje, fui perguntado por um homem porque não nos permitem viver em áreas mais quentes, ou lugares com energia elétrica. Pensei bastante antes de responder, tocado pelo desejo do homem de ter uma vida melhor, mais fácil.. Pois os humanos em Asgard são iguais aos humanos dos outros lugares: todos querem viver bem, todos querem uma vida melhor. Eu lhe disse: "Odin não nos deu nenhuma gota a mais de sofrimento... Mas também não nos deu nenhuma gota a menos". Se não foi o puro caos que nos jogou em Asgard, então temos uma missão e um destino nesta terra. Ao me ouvir, o homem acalmou-se.

Isto é um pouco da minha vida e do meu trabalho nos dias de Asgard: ajudar os homens, mulheres e crianças a suportar as provações em Asgard. Ajudá-los a manterem-se unidos e coesos, pois são união e coesão que fazem a força de um povo. Não sei se faço um bom trabalho. Mas o céu testemunha meu trabalho, e me tranquiliza que ele ainda não tenha caído em cima de mim: talvez seja um sinal de que esteja fazendo o que os deuses esperam de mim.

Enquanto o vento uivava do lado de fora, eu esperava pelo meu cozido. Um pequeno espelho em uma parede revelava minha aparência: cabelos curtos e prateados. Em minha orelha esquerda, um grande brinco que suporta uma jóia. Esta brilha ou deixa de brilhar conforme o meu cosmo. Minhas roupas são escuras, para, durante o dia, melhor absorver e reter calor. Próximo ao olho esquerdo e preenchendo parte da face esquerda de meu rosto, uma cicatriz² adquirida em meu treinamento.

O frio não me fazia tremer, pois o corpo já estava habituado a ele. O cheiro da carne era intoxicante, e me dava a certeza que esta seria uma bela noite. Noites assim exigem um cachimbo - um pequeno luxo que me dou direito em noites especiais. Por isso, calmamente eu preparava o meu cachimbo, para fumá-lo ao fim de minha refeição. Enquanto isso, o fogo valseava em torno da carne. Ainda que estivesse sozinho, esta é, sem sobra de dúvidas, uma noite feliz.

------
Notas de Rodapé:
¹ Asgard é o modo como escrevemos o antigo nórdico āssgardhr, que quer dizer morada (gardhr) dos deuses (āss), morada divina. Elas provém de duas raízes indo-européias: ansu-, que diz espírito, demônio (num sentido não-cristão) e gher-, que diz lar (a partir dessa raíz se forma o inglês garden, jardim).
² Ver o meu avatar para melhor visualização



Última edição por Rögnvaldr em Ter 11 Ago 2009 - 14:26, editado 4 vez(es) (Razão : Melhorar a descrição da cena em um aspecto - a descrição da aparência do personagem.)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Ter 11 Ago 2009 - 23:35

Dizem que a neve distorce a imaginação do homem. Dizem que o “yeti” nada mais é do que uma criação de um explorador que após ser hipnotizado pela neve visualizou a imagem de um gigante em meio as rochas do Himalaia¹.
A nevasca lá fora se transformava em um muro branco em meio aos pinhos de fundo, tudo parecia um filme em preto e branco onde a cor clara predominava. Rögnvaldr estava seguro em sua cabana pensando sobre os acontecimentos do dia de hoje e aguardando o delicioso cozido no fogo.

Trink!


O Tilintar de um guizo o chama de volta a fria realidade, o cenário pela janela –antes preto e branco – possuía um ponto amarelado entre os pinhos da floresta distante. Será uma pessoa? Quanto mais Rögnvaldr tentasse distinguir a imagem “humana” segurando uma lanterna em meio a floresta, mais o sono o convidava.

---
*Conforme o sono se aproximava seu corpo relaxava. Terá sido o estranho na floresta com o guizo?
Rögnvaldr sentia os olhos pesados....pesados.....pesados....
.........De repente o som da nevasca dava lugar ao som de vozes animadas; o cheiro do cozido se camuflava com os vários odores de assados e bebidas; o calor confortável da cabana se transformará em insuportável verão.........
Ao abrir os olhos, um novo cenário: Muitos homens bebendo o mais doce hidromel; belas mulheres servindo guerreiros com frutas e bebidas; uma mesa farta com todas iguarias de Asgard e de mundos nunca vistos! O lugar parecia com a mesa de Odin onde somente os mais bravos guerreiros se sentariam.

----
¹O explorador foi Anthony Wooldridge que avistou o “yeti” pela primeira vez em 1986 nas montanhas do Himalaia. Segundo o explorador, a criatura ficou parada no mesmo lugar por 45min (mais tarde foi descoberto que se tratava de uma rocha em meio a neve).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Qua 12 Ago 2009 - 1:20


Peguei meu cachimbo e sentei-me em uma velha cadeira de balanço. Meu cachimbo é simples, não possui adornos. Eu levei a mão até a ponta do cachimbo, e um estalo produzido pelo meu cosmo foi suficiente para acendê-lo. Então, dou uma tragada, uma única tragada. Experimento nela uma espécie de libertação, a libertação de todos os meus pensamentos. Pobres aqueles das grandes cidades, que são forçados a fumar para fugir e suportar a realidade. Esses não conhecem o prazer que um simples cachimbo reserva ao homem.

O balanço da cadeira é hipnotizador. É o mais próximo que experimento do ato de ninar - não conheci meus pais. A tragada deixou meu corpo relaxado, tão relaxado que logo ficou pesado. Os olhos teimavam em ficar abertos, mas a tendência é que se fechassem. Era um estado curioso o meu, entre o sono e a vigília. O cenário era propício ao sono, tudo estava encoberto por uma ausência de cores, como se, após um longo dia de trabalho, tivessem ido dormir para recuperar seu vigor e ressurgir no começo do outro dia.

Um som me fez abrir os olhos mais uma vez. Um solitário tilintar, um staccato¹. O que antes estava encoberto por uma manta preto e branca feita de neve agora revelava um detalhe antes oculto: um pequeno ponto dourado, antes oculto, desvelou-se ali. Como descrever? Em um primeiro momento, pude distinguir apenas as cores. Mas logo já estava desconfiado de que se tratava de um homem a carregar uma lanterna no meio da floresta. Quem será o irresponsável? Ele não sabe que a fria noite asgardiana não costuma devolver os humanos com vida? Minha reação foi a de me levantar e tirá-lo dali, antes que virasse uma estátua de gelo, um saco de músculos mortos. Mas meu corpo estava pesado. Muito pesado... Estranhamente pesado... O máximo que consegui fazer foi esticar a mão, que logo fraquejou, deixando o cachimbo cair no chão. O sono tomou conta de mim.

Quando acordei, não estava mais no mesmo lugar. Sabia disso porque havia suor em minha testa, causado pelo grande calor que fazia. Um calor que nunca senti na minha vida, que sempre se resumiu ao frio de minha terra. Misturado ao cheiro do cozido haviam diversos outros. Eu não via mais o meu simples cozido e meus legumes, mas um enorme banquete. Imediatamente senti fome. Queria me juntar aos que comiam. Mas me contive. Por quê?

Parece haver um conflito entre a sobrevivência e a celebração. A sobrevivência, o atendimento às nossas necessidades básicas, é regrado pelo pragmatismo, pelo esforço e se baseia no trabalho duro e pesado. A celebração, por outro lado, baseia-se na extravagância e na realização de algo que ultrapassa os nossos meios, na superabundância de sensações e prazeres. E eu sabia muito bem como era sofrida a vida de meu povo. Como poderiam estar eles a celebrar? Naquele momento, este tolo humano pensou em dizer várias coisas aos que ali se fartavam de comida e bebida, até que ele finalmente reconheceu onde estava. Ouvira histórias desde criança. Dos salões onde os deuses decidiam sobre os assuntos e destinos humanos. Tomado por espanto, sem saber exatamente como reagir e olhando para todos os lados, falei:

"Valhalla..."
_______
¹ Staccato: uma nota musical separada das demais, uma nota de curta duração. É oposta ao legato, que é a conexão de diversas notas musicais.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Qua 12 Ago 2009 - 14:30

*Ninguém parecia ter percebido o estranho perdido no novo cenário, ninguém menos um grupo de moças a rir do outro lado da sala. Havia donzelas tocando Kanteles¹, outras acompanhando com flautas e algumas cantando versos de poemas nórdicos. Aquelas mulheres pareciam pinturas vivas: musas da música e da poesia e entre elas, uma morena olhava fixamente em sua direção.
A nórdica se ergue de seu lugar com um sorriso no rosto e cochicha algo para as companheiras que se põem a dar risinhos tímidos. Em passos tranqüilos ela se aproxima de você. *



“Ouvindo eu pergunto | das raças sagradas,
Dos filhos de Heimdall, | ambos altos e baixos;
Vós sabereis, Valpai, | que bem eu relaciono
Contos antigos me lembro | de homens de muito tempo atrás.

Eu ainda me lembro | os gigantes de outrora,
Que me deram pão | nos dias passados;
Nove mundos conheci, | os nove na árvore
Com raízes poderosas | em baixo do monte.”²


*A jovem recite em nórdico antigo uma canção para você. A voz da donzela é doce e seu sorriso hipnotiza homens. –Será ela uma Valquíria³? Ou até mesmo Freya³?”.*

-Sois Bem vindo a minha festa. Venha experimentar o doce hidromel e contar suas aventuras a seus irmãos e irmãos nobre guerreiro. Mas antes,poderei saber qual sua graça meu senhor?

---
¹Kanteles é um instrumento do folclore finlandês, lembra uma harpa.
²Primeira e segunda estrofe traduzida da Edda Poética – VÖLUSPÁ (A Profecia da Volva (Mulher sábia)).
² Valquírias são as guerreiras que guiavam os bravos mortos em combate para junto de Odin. Freya é a Deusa nórdica do amor e da beleza.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Qua 12 Ago 2009 - 15:34

Enquanto todas as maravilhas desfilavam à minha frente, pensei no que teria acontecido comigo. Como fui parar ali? Seria um sonho? Alguém teria colocado alguma substância estranha em meu cachimbo? Ou eu morri e fui trazido para cá? De um modo ou de outro, estava em um lugar que, de acordo com as histórias de meu povo, era a descrição viva o paraíso.

"Eu... morri?", perguntei a mim mesmo. Mas tristes são os que procuram dentro de si respostas, porque lá só há espera¹...

Meu coração de ferro é gelado. Assim o é para melhor resistir e sobreviver à vida dura de minha terra. Poucas são as coisas que fazem meu coração tremer e se aquecer. O trecho do poema que ouvi certamente encabeça o hall das coisas que fizeram meu coração tremer. Naquele instante, fui possuído pelo desejo de largar e esquecer tudo para ficar perto daquelas maravilhas. A proximidade da mulher fez-me retornar à minha condição humana. Assim que ela falou, logo me ajoelhei ante ela, pois a ela eu não era igual. Apesar de estar sendo chamado de 'senhor', ali eu era um simples humano.

"Sou Rögnvaldr...", respondi, talvez um pouco grogue diante de tudo o que aconteceu. Os anciões dizem que me deram esse nome por suspeitar de que possuo um destino importante. "O portador dos poderes divinos" seria o significado de meu nome. Tento não me preocupar muito com isso, para não arriscar cair na presunção.

____
¹ Música do Blanched, audível em http://www.lastfm.com.br/music/Blanched/_/Tristes+dos+que+procuram+dentro+de+si+respostas+porque+l%C3%A1+s%C3%B3+h%C3%A1+espera. Vale muito a pena!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Qui 13 Ago 2009 - 20:43

*A donzela esboça um sorriso amigável e carinhoso, parecia compreender a confusão que estaria passando na cabeça de Rögnvaldr.
Após alguns segundo a nórdica faz uma ligeira reverencia perante o guerreiro. *

-Sou Gudrun. Alguns me chamam de Kriemhild mas creio que Gudrun é mais fácil de se pronunciar...

*Ri a garota em tom baixo. A música no salão se torna mais rápida e muitos homens se põe a acompanhar a música vindo dos Kanteles, fato que resultava em um som horrível já que a maior parte dos homens estava bêbado ou rouco.
Gudrun suspira e balança a cabeça negativamente com aquele som, já estava acostumada a festas barulhentas e sabia como aquilo tudo terminaria. A nórdica se ajoelha perante você com a feição séria e um tanto preocupada. *

-Rögnvaldr, está se sentindo bem? Me parece pálido. Gostaria de ir para um lugar mais calmo e menos abafado?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Qui 13 Ago 2009 - 21:41

Ouvir o nome 'Gudrun' despertou em mim diversos pensamentos. Quantas vezes eu já não ouvi este nome antes? Nas histórias de Siegfried, que fazem parte das poesias lendárias que formaram e constituiram meu povo? Naquele instante, mais do que outrora, tive a certeza de estar em algum lugar especial. A música alta, que normalmente me incomodaria, era só um detalhe menor ante todo o fascínio.

Quando Gudrun ajoelhou-se e ficou no mesmo nível que eu, suei frio. Uma heroína colocando-se no meu nível. A ela respondi, "Estou bem... Se preferir ir a algum outro lugar, não faço objeções, minha senhora...", tentando ser o mais polido possível. Mas tenho dificuldades. Minha posição me deixou acostumado a ter a última palavra acerca das coisas, e meu jeito de ser, em certos momentos, assustam as pessoas que não me conhecem bem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Sab 15 Ago 2009 - 22:41

*Gudrun balança a cabeça e não pode deixar de esconder um pequeno sorriso com a resposta de Rögnvaldr. A donzela se ergue e puxa o braço do asgardiano para que a acompanhasse por entre o salão amontoado: havia bêbados, almofadas e algumas taças com seus conteúdos derramados pelo chão. Gudrun desvia dos “obstáculos” guiando o asgardiano através da sala para um terraço mais distante. *


(obs: é noite, msm que a foto não esteja =] )

*O terraço era longo contornando toda a propriedade. Rögnvaldr podia ver o mar batendo nos rochedos que contornavam a base do castelo; podia ver pontos de luz distantes no horizonte e icebergs maravilhosos em toda a extensão do mar.
Gudrun continuava a seguir pelo terraço guiando o nórdico. *

-Você deve estar estranhando tudo isso, não?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Dom 16 Ago 2009 - 2:08

Gudrun estava me levando para algum outro lugar, para além da grande festa que ali de desdobrava.

Como posso descrevê-la? É uma tarefa impossível. Todavia, não posso manter silêncio acerca disso. Um homem faminto, perdido nas tundras, não recusa um pão seco quando o destino não lhe envia carne ou hidromel. Gudrun é delicada de corpo e parece um raio de sol que entra pela janela. Um raio de luz com roupas... Ou... Um milagre com braços e pernas. Sua beleza não obedece às normas humanas da beleza: ela é impossível de medir, definir, apreender ou reproduzir.

Naquele instante, andando numa espécie de corredor a céu aberto, estava eu a contemplar as estrelas. Havia vegetação por todos os lados. Estávamos numa espécie de castelo ou algum tipo de grande propriedade. Era possível ver as ondas do mar chocando-se contra os rochedos. Ao longe, pontos de luz: talvez sejam estrelas... Talvez grandes cidades...

A Gudrun eu não ofereci qualquer resistência. Deixaria que ela me levasse para qualquer lugar. Nem mesmo a idéia do Niflheim fazia meu coração tremer. Ainda que estivesse neste 'estranho' local há pouco tempo, a sensação é de que minha vida já valeu a pena, e que, se ela fosse encerrada ali, morreria feliz.

-Você deve estar estranhando tudo isso, não?, ela me perguntou, deixando-me desconcertado. Respondi imediatamente: "Perdoa a confusão deste Rögnvaldr...". Continuei a permitir que ela me levasse onde desejasse. Meu coração de ferro, normalmente gelado, bate acelerado, ansioso por saber para onde estamos indo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Dom 16 Ago 2009 - 14:13

*O sons da festa vão se distanciando e logo os dois nórdicos estavam longe o bastante para conversar em paz. O único som era o das ondas na arrebentação, um som suave e relaxante. Gudrun leva o nórdico até um amplo espaço da sacada onde havia várias estatuas representando os Deuses e heróis da mitologia nórdica, havia tochas queiluminavam com seu fogo alaranjado. *

-Não é preciso ser tão refinado comigo, Rögnvaldr. Sei que está confuso, eu mesma estaria se estivesse em seu lugar.

*Ela solta a mão do rapaz e caminha até um banco entre duas estatuas e duas tochas. As feições delicadas da moça se tornam sérias e ela fixa o olhar no aspirante a sua frente.*

- Eu lhe trouxe aqui a pedido de Odin, Rögnvaldr. O Deus dos Deuses precisa da sua força neste momento de caos entre humanos... ele precisa de sua coragem e de sua fidelidade. Me perdoe se eu o trouxe sem aviso, mas eu não poderia aguardar mais tempo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Rognvaldr
Level 5
Level 5
avatar

Alcunha : O mão-de-ferro

Número de Mensagens : 841
Idade : 33
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 100 +30
Resistência : 100 +30
Agilidade : 100 +30
Energia : 100 +30
Cosmo (%) :
100 / 100100 / 100

Vida (%) :
100 / 100100 / 100

Data de inscrição : 07/08/2009

Cavaleiro
Vida:
1000/1000  (1000/1000)
Cosmo:
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Dom 16 Ago 2009 - 15:17

-Não é preciso ser tão refinado comigo, Rögnvaldr. Sei que está confuso, eu mesma estaria se estivesse em seu lugar.

"Perdoe-me, senhora... Faz parte de quem eu sou", respondi. Eu sou um homem rude em vários aspectos: basta-me apenas o necessário, não me preocupo muito com a beleza de minhas roupas, meu corpo é acostumado (e marcado) com a dor... Mas sempre tomei o cuidado de não ser rude na linguagem.

Na sacada, percebi que o espaço estava tomado por estátuas. Mas não quaisquer estátuas. São estátuas. As estátuas. Ali eu vi Thor, Heimdall, Siegfried. Por um segundo, pensei no escultor e senti uma pontada de inveja: como deve ser feliz aquele que forjou estas belas estátuas...

Novamente voltei a atenção para Gudrun, e a vi próxima a um banco, entre duas estátuas e duas tochas. Seria aquele o trono de Odin? Seriam aquelas estátuas representações de Hugin e Hunin?

- Eu lhe trouxe aqui a pedido de Odin,
Rögnvaldr. O Deus dos Deuses precisa da sua força neste momento de caos
entre humanos... ele precisa de sua coragem e de sua fidelidade. Me
perdoe se eu o trouxe sem aviso, mas eu não poderia aguardar mais tempo.

Ao ouvir Gudrun, mais uma vez eu me ajoelhei ante a ela e ante ao trono que penso pertencer a Odin. Os dizeres dela despertaram em mim uma sensação de liberdade, como se eu fosse um pássaro prestes a sair de sua gaiola, ou o sol nos instantes que precedem o desaparecer das núvens que bloqueiam seu acesso à terra. Pois, durante toda a minha vida, abdiquei de tudo com o único objetivo de me preparar para um instante desses. É como se, num belo instante, a vida dura e cheia de dores ganhasse um belo sentido.

"Diga o que é preciso, e este Rögnvaldr fará", respondi, tentando conter minha própria excitação e permanecer frio como o ferro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Administrador Geral
Level 5
Level 5
avatar

Número de Mensagens : 871
AVISOS :
0 / 30 / 3

Força : 1 +0
Resistência : 1 +0
Agilidade : 1 +0
Energia : 1 +0
Cosmo (%) :
0 / 1000 / 100

Vida (%) :
0 / 1000 / 100

Data de inscrição : 04/04/2009

MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   Dom 16 Ago 2009 - 22:26

[teste trancado a pedido do jogador.]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Teste - Hugin   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Teste - Hugin
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Teste Teórico] John Cilan
» Teste para filhos de Poseidon
» Teste para filhos de Hades
» Teste para filhos de Zeus
» ~~~~Teste Gay~~~~

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya World :: Era das Trevas - ON :: Treinamentos :: Arquivo de treinos-
Ir para: